O novo Morumbi

Notícia publicada pelo jornal Agora São Paulo (24/09/08)   –   (Os destaques são nossos)

Clique para ampliar

SÃO PAULO PROCURA PARCEIROS E JÁ TEM PROPOSTA PARA REFORMAR SETOR ·VIP.

PROJETO INCLUI ESTACIONAMENTO E ÔNIBUS QUE LIGA O ESTÁDIO AO METRÔ

O sonho ainda está no papel, mas o São Paulo acredita que tem tudo para ser o representante paulista na Copa de 2014. O projeto de reforma do Morumbi, estimado em R$ 150 milhões – apenas em obras no estádio, sem contar estacionamento e formas de acesso-, é encabeçado pela arquiteto Ruy Ohtake, que planejou em etapas a adequação do Cícero Pompeu de Toledo às normas da Fifa.

“Tão logo o São Paulo receba o aval da entidade, as reformas vão acontecer. No nosso cronograma, isso será em janeiro do ano que vem. Até junho de 2013, um mês antes da realização da Copa das Confederações, o Morumbi estará totalmente pronto para o Mundial”, disse o arquiteto.

Na última sexta-feira, a reportagem do Agora teve acesso a todos os detalhes do projeto. “A vantagem do Morumbi sobre os outros estádios é que ele já existe. Eu diria que 85% do estádio se encaixa perfeitamente no que a Fifa pretende para a Copa. Os outros 15% nós vamos arrumar nesse período”, afirmou Ohtake, sem dar maiores detalhes.

Além do projeto da atualização do estádio, o arquiteto também planejou a construção de um estacionamento na praça Roberto Gomes Pedrosa e de um anel viário que o ligaria à estação do metrô Vila Sônia, que passará na avenida Francisco Morato e dista 1.180 m do Cícero Pompeu de Toledo. “Inicialmente, esse trajeto seria feito em via elevada. Mas logo isso se tornou inviável. Acredito que isso será feito em ônibus elétrico. Já o estacionamento terá quatro andares subterrâneos. Na superfície, será feito um jardim. E a malha viária do local não sofrerá alteração”, disse. “Vamos viabilizar isso sem um centavo de dinheiro público”, assegurou o diretor de futebol, João Paulo de Jesus Lopes. O clube, porém, não é dono do terreno onde ficará o estacionamento e espera ajuda da prefeitura (leia abaixo).
(Marcelo Prado)

Prefeitura ignora projeto

Apesar de o São Paulo prever um estacionamento de 3.200 lugares em um terreno subterrâneo na praça Roberto Gomes Pedrosa, que seria, inclusive, concedido pela prefeitura, os órgãos municipais desconhecem a iniciativa.

A Secretaria do Estado de Transportes Metropolitanos, através da sua assessoria de imprensa, disse não saber de nada. “Desconhecemos qualquer projeto dessa natureza. “

A mesma resposta foi dada pela Siurb (Secretaria Municipal de Infra-Estrutura Urbana e Obras) e pela Subprefeitura do Butantã, responsável pela área do estádio.

Para o Secovi (Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Administração e Incorporação de Imóveis do Estado de São Paulo), as obras relativas à Copa podem ajudar a população local. “Com o metrô e o transporte ligando até o estádio, muita gente vai deixar de ir de carro para os jogos. Com isso, o trânsito também deverá sentir os efeitos”, concluiu João Crestana, presidente da entidade.
E quem tem imóvel na região do Morumbi, terá seu estabelecimento valorizado? “Acredito que não.Talvez aqueles que morem realmente perto do estádio. As melhoras serão mais sentidas apenas nos dias de jogos.”
(MP)

Anúncios

Sobre saviah
Sociedade dos Amigos da Vila Inah - Saviah São Paulo - S.P.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: